Acompanhe este Blog clicando em SEGUIR

segunda-feira, 14 de março de 2011

Oportunidades no Deserto: Como se portar nas adversidades da vida!

Covas no Deserto, Sem vento nem chuva as covas se encherão de águas. 2º Reis 3:16-17
Saudações de Paz!

Queridos, sempre temos cultos abençoados em nossa Comunidade Restauração e Vida aqui em Vila Oficinas Curitiba/Pr.. Porém, ontem, domingo dia 13/03 o Senhor operou de maneira peculiar desde o louvor, passando pelos testemunhos e na Palavra que Ele me concedeu levar à amada Igreja.

Baseamos a mensagem em 2º Reis 3:15 que diz "Ora, pois, trazei-me um músico. E sucedeu que, tocando o músico, veio sobre ele a mão do SENHOR".

O contexto relata a história de Jeorão, Rei de Israel, do Rei de Edom e de Josafá, Rei de Judá, numa investida militar contra Moabe, atrevés do deserto de Edom. Sete dias caminhando deserto adentro, a falta de planejamento foi sentida pois acabara a água. Jeorão ficou desesperado e em pânico e disse "Estamos perdidos", mas Josafá conhecia ao Senhor e ao invés de entregar os pontos, procurou saber se havia um profeta por quem poderia ouvir a voz do Senhor sobre o assunto.

Por acaso, entenda-se aqui acaso como provisão divina, passava pelo deserto um profeta, ainda pouco conhecido dos reis e que foi lembrado por um dos servos do rei como "aquele que derramava água nas mãos de Elias", de nome Eliseu.

Quando Elizeu chegou, os reis conheceram esse tal que "lavava as mãos de Elias". O problema era muito grande: voltar com o exército sete dias sem água ou avançar debilitados para Moabe eram alternativas inviáveis, mas o profeta sabia o caminho do coração de Deus; LOUVOR E ADORAÇÃO. A Bíblia declara "... E sucedeu que, tocando o músico, veio sobre ele a mão do SENHOR.".

Olha, não gosto nada, nada de desertos, mas parece que sempre tem um profeta no deserto. Jesus mesmo foi impelido pelo Espírito ao deserto. Então, reclamar de desertos não adianta, profeta de Deus tem que entender que tempos de deserto são oportunidades para "tocar o coração de Deus" e receber a Palavra que inspira, a Palavra que renova, a Palavra que ousadamente declara ASSIM DIZ O SENHOR. Leiamos o registro bíblico "E disse Eliseu: Assim diz o SENHOR: Fazei neste vale muitas covas. Porque assim diz o SENHOR: Não vereis vento, e não vereis chuva; todavia este vale se encherá de tanta água, que bebereis vós, o vosso gado e os vossos animais. E ainda isto é pouco aos olhos do SENHOR; também entregará ele os moabitas nas vossas mãos" (vs. 16 ao 18).

A escolha de Eliseu para ser profeta começou lá em 1 Reis 19. Mas sua prova de firmeza de propósito foi em 2 Reis 2:1-15. Sugiro a leitura dessas pessagens. As vezes é liberada uma Palavra de Deus para nós e demora para cumprir, e quando enfim se cumpre não fazemos nossa parte. Eliseu foi provado por quatro vezes. Tendo sido como que desprezado por Elias e "desincentivado" a acompanhá-lo em três jornadas de um lugar a outro, ele não ficou chateado, magoado ou sentindo complexo de rejeição. Não, de modo algum. sua resposta em todas as vezes, demonstra sua integridade de caráter e inteireza de propósito  "Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei" (2 Reis 2:2, 4 e 6). E, a quarta prova ocorreu no momento da partida de Elias. Tendo ele pedido a porção dobrada do espírito de Elias, nem assim recebeu garantias. Fé é risco... e certeza, independente de sinais.

Amados, nem sempre somos reconhecidos por aquilo que fazemos, e muitos nem sabem que temos "uma unção dobrada" e às vezes somos referidos apenas como "aquele que derramava água nas mãos de Elias".

Outras vezes somos levados ao deserto das circunstâncias da vida e ficamos olhando pro nosso umbigo apenas, isto é, olhando apenas para nós mesmos e perguntando a Deus "POR QUÊ, SENHOR?". Amigo, você que tem passado seu deserto na vida continue a perguntar, sim, "POR QUÊ, SENHOR?", mas não olhando para o umbigo, com pena de si mesmo. Olhe para Ele, e você entenderá que sempre que você é levado ao deserto é porque foi impelido pelo Espírito do Senhor, para ser uma bênção e uma voz do Senhor. (Lembre que João Batista vivia nos desertos e era a VOZ QUE CLAMA NO DESERTO).

Uma característica muito importante a respeito de Eliseu é que ele "dizia o que o Senhor mandava" (2 Reis 3:12). Servos de Deus são pessoas obedientes ao Senhor. Precisamos nos colocar nas mãos de Deus e, de glória em glória sermos transformados à imagem e semelhança de Deus (2 Coríntios 3:16). 


E, por fim, neste post, embora tendo ainda muito a dizer, nunca esqueça "Em momentos de crise no deserto não se desespere, chame um 'tangedor', isto é, entre na presença de Deus com louvor e adoração, até que venha sobre ti a mão do Senhor" e, num instante, você ouvirá do Senhor a instrução do milagre, sem sinais dizendo NÃO VEREIS VENTO, NEM VEREIS CHUVA; TODAVIA ESTE VALE SE ENCHERÁ DE TANTA ÁGUA QUE BEBEREI VÓS... Aleluias!

É esse, então, o momento da Fé, FAÇA COVAS NO DESERTO, para poder armazenar as bênçãos. Não vá para encher um cantil apenas, faça covas para abastecer-se de muita... muita água. A vitória estará pronta quando cuidarmos de atrair a Presença de Jesus para nós. DEUS HABITA NO MEIO DOS LOUVORES DE SEU POVO.

Deus seja contigo, e você com Ele!

Se esta Palavra te abençoou deixe aqui um comentário ou escreva-me um e-mail para gersonluiz_garcia@yahoo.com.br.

No amor de Cristo,

Pastor Gerson Luiz Garcia de Lima
Comunidade Evangélica Restauração e Vida

Chuvas Castigam o Litoral e o Sudoeste do Paraná

MARÇO DE 2011
Alagamento no litoral do Paraná - Morretes
Foto: RPC
Tragédia no Litoral Paranaense

As chuvas que atingiram o Paraná desde a última quinta-feira (10) causaram estragos e muitos prejuízos em sete municípios. O último balanço da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil - da tarde de domingo - informava que as cidades atingidas eram São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba; Honório Serpa e Mangueirinha, no Sudoeste do Paraná; Antonina, Morretes, Paranaguá, Guaraqueçaba, e Guaratuba, no Litoral do estado.


Morretes decretou estado de calamidade pública na tarde domingo (13) e Paranaguá havia entrado em situação de emergência na sexta-feira (11).

Chuvas causam estragos em Antonina
Foto: RPC
As famílias que perderam tudo com os temporais ainda precisam de roupas, colchões, cobertores, material de higiene e limpeza e alimentos não perecíveis

A informação foi divulgada pela secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, neste domingo (13). “Queremos reforçar a campanha de doações nos próximos dias para auxiliar toda a população que perdeu bens por causa das chuvas. Não vamos desativar os serviços do governo enquanto as pessoas não estiverem atendidas”, disse ela.

Em Curitiba e RMC, os donativos podem ser entregues no barracão da Defesa Civil que fica na Rua Sergipe, 1712, na Vila Guaíra, em Curitiba, e também em supermercados credenciados de todo o Estado. Informações sobre doações podem ser acessadas pelo telefone (41) 3350-2706.

Também as nove Administrações Regionais da Prefeitura de Curitiba e a sede central da Prefeitura, no Centro Cívico recebem os donativos que serão entregues em Paranaguá, de onde sairá a distribuição para outras cidades atingidas pelas chuvas.


Os supermercados Big e Mercadorama também arrecadam doações para as vítimas do Litoral.
Fonte Notícias: 13/03/2011 Gazeta do Povo e portal RPC/GPRCom.

O Governo do Paraná envia força-tarefa para atender vítimas das chuvas no litoral. Médicos, bombeiros, geólogos e integrantes da Defesa Civil farão atendimento emergencial. veja a matéria do portal BEM PARANÁ:

Mais notícias sobre o assunto, acesse CLIQUE AQUI.
Demonstre amor cristão.

Estenda a mão a quem precisa.

Participe e ajude com as vítimas das enchentes, enviando donativos.

domingo, 13 de março de 2011

CONVITE MINISTÉRIO DE HOMENS - 19/03/2011

DIA 19/03 - SÁBADO - 19,30 horas

PODEROSO CULTO DIRIGIDO PELO MINISTÉRIO DE HOMENS
Comunidade Evangélica Restauração e Vida
Rua Engenheiro Costa Barros, 917 - Vila OFicinas - Curitiba/Pr.
Próximo ao Terminal da Vila Oficinas

Apresentação da Peça SANGUE COR PÚRPURA

Peça Sangue Cor Púrpura, baseada na canção do Ministério Voz da Verdade
Pregação da Palavra com
PASTOR IVONEY K. L. OLIVEIRA
(COM. PEDRAS VIVAS)

quarta-feira, 9 de março de 2011

Somos muito mais que Números

Chamados para praticar o amor
Texto: Judas 20 ao 25 "... E salvai a alguns, arrebatandoos do fogo; tendes misericórdia deles, com temor, aborrecendo até a roupa manchada da carne.”

Ninguém gosta de sentir-se apenas mais um número nas estatísticas de uma igreja. Também não é bom sentir-se como uma roupa velha que ninguém quer mais, ou como um descartável qualquer.

A Igreja deve ser um ambiente onde o verdadeiro amor se demonstre por interesse real pelas pessoas, incentivando-as, quando estão bem, amparando-as para não cair, ou erguendo-as quando, infelizmente, caírem e, corrigindo-as com amor para tornarem a Cristo.

De fato, a Igreja do Senhor são as pessoas. A denominação, a tradição, os prédios e seus bens materiais têm um lugar muito pequeno na importância do Reino.

Portanto, quem o Senhor coloca em tua vida para que você a abençoe confrontando amorosamente ou a levantando?

Pensamento dia: “Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram”. Rom. 12:15

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...