Oportunidades no Deserto: Como se portar nas adversidades da vida!

Covas no Deserto, Sem vento nem chuva as covas se encherão de águas. 2º Reis 3:16-17
Saudações de Paz!

Queridos, sempre temos cultos abençoados em nossa Comunidade Restauração e Vida aqui em Vila Oficinas Curitiba/Pr.. Porém, ontem, domingo dia 13/03 o Senhor operou de maneira peculiar desde o louvor, passando pelos testemunhos e na Palavra que Ele me concedeu levar à amada Igreja.

Baseamos a mensagem em 2º Reis 3:15 que diz "Ora, pois, trazei-me um músico. E sucedeu que, tocando o músico, veio sobre ele a mão do SENHOR".

O contexto relata a história de Jeorão, Rei de Israel, do Rei de Edom e de Josafá, Rei de Judá, numa investida militar contra Moabe, atrevés do deserto de Edom. Sete dias caminhando deserto adentro, a falta de planejamento foi sentida pois acabara a água. Jeorão ficou desesperado e em pânico e disse "Estamos perdidos", mas Josafá conhecia ao Senhor e ao invés de entregar os pontos, procurou saber se havia um profeta por quem poderia ouvir a voz do Senhor sobre o assunto.

Por acaso, entenda-se aqui acaso como provisão divina, passava pelo deserto um profeta, ainda pouco conhecido dos reis e que foi lembrado por um dos servos do rei como "aquele que derramava água nas mãos de Elias", de nome Eliseu.

Quando Elizeu chegou, os reis conheceram esse tal que "lavava as mãos de Elias". O problema era muito grande: voltar com o exército sete dias sem água ou avançar debilitados para Moabe eram alternativas inviáveis, mas o profeta sabia o caminho do coração de Deus; LOUVOR E ADORAÇÃO. A Bíblia declara "... E sucedeu que, tocando o músico, veio sobre ele a mão do SENHOR.".

Olha, não gosto nada, nada de desertos, mas parece que sempre tem um profeta no deserto. Jesus mesmo foi impelido pelo Espírito ao deserto. Então, reclamar de desertos não adianta, profeta de Deus tem que entender que tempos de deserto são oportunidades para "tocar o coração de Deus" e receber a Palavra que inspira, a Palavra que renova, a Palavra que ousadamente declara ASSIM DIZ O SENHOR. Leiamos o registro bíblico "E disse Eliseu: Assim diz o SENHOR: Fazei neste vale muitas covas. Porque assim diz o SENHOR: Não vereis vento, e não vereis chuva; todavia este vale se encherá de tanta água, que bebereis vós, o vosso gado e os vossos animais. E ainda isto é pouco aos olhos do SENHOR; também entregará ele os moabitas nas vossas mãos" (vs. 16 ao 18).

A escolha de Eliseu para ser profeta começou lá em 1 Reis 19. Mas sua prova de firmeza de propósito foi em 2 Reis 2:1-15. Sugiro a leitura dessas pessagens. As vezes é liberada uma Palavra de Deus para nós e demora para cumprir, e quando enfim se cumpre não fazemos nossa parte. Eliseu foi provado por quatro vezes. Tendo sido como que desprezado por Elias e "desincentivado" a acompanhá-lo em três jornadas de um lugar a outro, ele não ficou chateado, magoado ou sentindo complexo de rejeição. Não, de modo algum. sua resposta em todas as vezes, demonstra sua integridade de caráter e inteireza de propósito  "Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei" (2 Reis 2:2, 4 e 6). E, a quarta prova ocorreu no momento da partida de Elias. Tendo ele pedido a porção dobrada do espírito de Elias, nem assim recebeu garantias. Fé é risco... e certeza, independente de sinais.

Amados, nem sempre somos reconhecidos por aquilo que fazemos, e muitos nem sabem que temos "uma unção dobrada" e às vezes somos referidos apenas como "aquele que derramava água nas mãos de Elias".

Outras vezes somos levados ao deserto das circunstâncias da vida e ficamos olhando pro nosso umbigo apenas, isto é, olhando apenas para nós mesmos e perguntando a Deus "POR QUÊ, SENHOR?". Amigo, você que tem passado seu deserto na vida continue a perguntar, sim, "POR QUÊ, SENHOR?", mas não olhando para o umbigo, com pena de si mesmo. Olhe para Ele, e você entenderá que sempre que você é levado ao deserto é porque foi impelido pelo Espírito do Senhor, para ser uma bênção e uma voz do Senhor. (Lembre que João Batista vivia nos desertos e era a VOZ QUE CLAMA NO DESERTO).

Uma característica muito importante a respeito de Eliseu é que ele "dizia o que o Senhor mandava" (2 Reis 3:12). Servos de Deus são pessoas obedientes ao Senhor. Precisamos nos colocar nas mãos de Deus e, de glória em glória sermos transformados à imagem e semelhança de Deus (2 Coríntios 3:16). 


E, por fim, neste post, embora tendo ainda muito a dizer, nunca esqueça "Em momentos de crise no deserto não se desespere, chame um 'tangedor', isto é, entre na presença de Deus com louvor e adoração, até que venha sobre ti a mão do Senhor" e, num instante, você ouvirá do Senhor a instrução do milagre, sem sinais dizendo NÃO VEREIS VENTO, NEM VEREIS CHUVA; TODAVIA ESTE VALE SE ENCHERÁ DE TANTA ÁGUA QUE BEBEREI VÓS... Aleluias!

É esse, então, o momento da Fé, FAÇA COVAS NO DESERTO, para poder armazenar as bênçãos. Não vá para encher um cantil apenas, faça covas para abastecer-se de muita... muita água. A vitória estará pronta quando cuidarmos de atrair a Presença de Jesus para nós. DEUS HABITA NO MEIO DOS LOUVORES DE SEU POVO.

Deus seja contigo, e você com Ele!

Se esta Palavra te abençoou deixe aqui um comentário ou escreva-me um e-mail para gersonluiz_garcia@yahoo.com.br.

No amor de Cristo,

Pastor Gerson Luiz Garcia de Lima
Comunidade Evangélica Restauração e Vida

Comentários

William Costa disse…
Texto lindo, posso reproduzi-lo em meu blog? http://vocalw.blogspot.com Se possível claro.
William, fico muito feliz que tenha gostado.

Pode reproduzí-lo no blog sim. Fico feliz tbm. E que toda a glória seja dada a Jesus.

=)

Pr. Gerson
Maravilhosa palavra... está fervendo no meu coração "...tempo de deserto são oportunidades para tocar o coração de Deus...", não vou esquecer "... e receber a palavra que inspira, que renova". Fé é risco ... Deus do Impossível... Deus te abençoe sempre.
Anônimo disse…
Restauração e Vida disse...
Shalon meu querido
muito profunda essa palavra.
Que Deus te abençoe

Paula Ferreira pelo Yahoo.
Geferson e Dalva

Grato pelo comentário.

Essa questão da palavra que ferve no coração é interessante. A Palavra PROFETIZAR vem de um vocábulo que significa borbulhar, ferver.

Então, vamos fazer nossas covas no deserto. Ó Glórias a Deus.
Anônimo disse…
Shalon meu querido, muito profunda essa palavra.
Deus te abençoe.

Paula Ferreira (via email)

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Amado com amor inabalável

Manhã com Deus