Acompanhe este Blog clicando em SEGUIR

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Sorria


SMILE (Sorria)
(Charles Chaplin)
Sorria
Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que esteja quebrado
Quando há nuvens no céu
Você vai conseguir…
Se você sorrir
Através de sua dor e tristeza,
Sorria e talvez amanhã
Você verá o sol vir brilhar totalmente, para você
Ilumine seu rosto com alegria
Esconda qualquer traço de tristeza
Embora uma lágrima possa estar tão perto
Essa é a hora que você tem que continuar tentando
Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir.
Esse é a hora que você tem que continuar tentando
Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir.
Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que esteja quebrado
Quando há nuvens no céu
Você vai conseguir
Esse é a hora que você tem que continuar tentando
Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir.
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir.
Sorria




terça-feira, 18 de setembro de 2012

Não Somos Independentes

Quando ficamos firmes e sozinhos como um touro novo numa nevasca, parecendo que podemos fazer tudo sem ajuda, esquecemos facilmente que cada batida de nossos corações é um dom de Deus - não somos, na verdade, assim tão independentes. 

Não só necessitamos do Senhor, mas também precisamos uns dos outros. Desesperadamente. 

Essa necessidade dos outros só aumenta quando a barômetro da vida até o último grau da escala - quando os ventos da adversidade sopram fortemente contra a nossa alma. Não chegaremos lá sozinhos. Fomos criados para a dependência. Não podemos dirigir nossos próprios passos no caminho certo sem o Senhor e sem os outros. 

Ouvi pessoas justificarem sua independência, dizendo: "Ora, você sabe, como diz a Bíblia, Deus ajuda a quem se ajuda". Essa frase não consta em lugar algum da Bíblia. De fato, a Bíblia ensina o oposto. 

Deus aguarda até ajudar aqueles que chegam, finalmente, ao ponto de suas vidas em que não podem ajudar a si próprios. 

(Fonte: www.institutojetro.com, por Charles R. Swindoll - LIVRO: Paulo um homem de coragem e graça)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Um exemplo de Oração

"... ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e orou..."
"(Jesus) Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e orou..." (Mateus 26:39)

Há várias coisas para nós aprendermos da parte da oração do Salvador em Sua hora de provação. A primeira é que a Sua oração era oração solitária; ele se retirou até mesmo de Seus três discípulos preferidos. Da mesma maneira nós devemos orar em segredo, especialmente em tempos de provação. A oração familiar, oração social, oração na Igreja, são preciosas, mas elas não são suficientes.

Em segundo lugar, foi oração humilde. Lucas diz que Ele ajoelhou-se, mas Mateus diz ele "encostou o rosto no chão"e você deve fazer o mesmo. Se você é um humilde servo do grande Mestre, então pó e cinzas devem cobrir a sua cabeça! Seja humilde diante Dele, e Ele o exaltará no devido tempo.

Em seguida, notamos que a Sua oração era terna e amorosa. Ele orou ao Seu "Abba, Pai", literalmente, o seu "Papai". No dia de sua provação você encontrará grande força se você lembrar-se de sua adoção e declarar a sua filiação. Você não tem direitos diante de Deus, exceto daqueles concedidos a você como um filho. Nós também notamos que a Sua oração foi perseverante. Ele orou três vezes. Não pare até que você prevalece. Seja apenas como a viúva persistente cuja vinda contínua ganhou o que ela não conseguiu receber a primeira vez.

E então, por fim, foi a oração de resignação. Ele disse, "Todavia, [Pai] não seja como eu quero, e sim como tu queres." Deixe ser conforme a vontade de Deus, e Deus determinará o melhor; Ele sabe quando e como e o que dar e o que reter; então, ora suplicantemente, sinceramente, persistentemente, mas com humildade e resignação, e você com certeza prevalecerá com Deus.

Charles H. Spurgeon [M & E]

Pensamento do Dia:
Lembra-se que quando o mundo lhe empurra para seus joelhos, você fica numa posição perfeita para orar.

Extraído do excelente site Seminário Internacional Ministerial Fiel – SIMFIEL, com autorização do pastor, irmão e amigo, pastor Philip Walmer.
ACESSE E CONFIRA www.simfiel.com.br 


Nascido nos EUA em 1941, formou-se em teologia de Conqueror’s Bible College em 1962 e ingressou no ministério no mesmo ano. Após 12 anos de ministério em vários níveis em sua terra natal, chegou ao Brasil em 1974, onde tem atuado como fundador de igrejas, pastor, evangelista, professor de seminário, entre vários cargos administrativos. Após quase 5 décadas de ministério ele anela compartilhar as coisas aprendidas no decorrer destes anos com pessoas que também anelam um ministério amplo e profundamente sucedido.





Crescendo em sua Vida como filho de Deus



Após nos tornarmos filhos de Deus pela Fé em Jesus, iniciamos uma nova vida. E agora o que devo fazer?, é o que muitos perguntam, por isso separei alguns Princípios Básicos para você que lhe ajudarão a crescer em sua vida com Deus:

1) Procure ter uma vida de oração
Leia em sua Bíblia: Salmo 29:2, Salmo 105:1, Efésios 1:3-14, 1º João 1:9. Efésios 6:19, Filipenses 4:6-7

Quatro tipos básicos de oração

  1. Súplicas – Pedidos específicos. Filipenses 4:6 nos diz: “... sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus”. Muitas orações são desperdiçadas por serem genéricas demais. Por exemplo: “Deus, me dá uma benção?”.
  2. Orações - Isto é uma adição; o termo oração é usado para classificar toda comunicação com Deus. É a expressão do desejo de mantermos com ele uma vida de proximidade, intimidade, dependência dele.
  3. Intercessão – Oração por outras pessoas. Isto é importante por que mantém sua motivação pura e tira nossos olhos egoístas de nós mesmos.
  4. Ação de graças – O Salmo 100:4 deixa-nos entender que a maneira de entrarmos na presença de Deus é através do louvor e ação de graças.
Faça uma lista com todos seus motivos de oração, afim de poder recordar-se deles. Isto será bom para dar consistência à sua vida de oração.

Guarde um registro das orações respondidas. Isto será bom para reforçar a sua fé na habilidade de Deus em responder as nossas orações.

2) Leia regularmente a palavra de Deus que é a Bíblia:

  1. Crescendo pela Palavra de Deus: 1 Pedro 2:1 e Hebreus 5:12
  2. O valor da Palavra de Deus: Salmo 19:7-9
  3. Como a Palavra de Deus age em nós: 2º Timóteo 3:16-17, Hebreus 4:12
  4. A Palavra de Deus em nós gera Fé: Romanos 10:8 e 17
  5. Devemos examinar cuidadosamente os ensinos que recebemos: Atos 17:11
  6. Para estudar a Palavra é necessário dedicação: 1º Timóteo 4:130
  7. A Santificação é fruto de considerarmos a Palavra de Deus em nossas vidas: Deuteronômio 11:18- Salmo 119: 9 a 11 e 111.
  8. Meditar na Palavra revela nossas inclinações: Salmo 1:2 – Josué 1:8

3) Mantenha comunhão e compartilhamento com a igreja e envolvimento com a obra de Deus

Quando estamos unidos com os irmãos em Cristo Jesus nos fortalecemos. Aprendemos o valor da unidade e união, e crescemos em nossa vida com Deus. Estar envolvido na Igreja nos proporciona Encorajamento Mútuo. Leia sobre isso em sua Bíblia: Hebreus 10:24,25 – Tiago 4:11-12 – Gálatas 6:1 - Podemos encorajar uns aos outros através de:

  1. Palavras – Prov. 12:25; 15:23; Efe. 4:29,30
  2. Presença – Rom. 1:11; Fil. 1:25,26; I Tim. 4:9, 21; Tito 2:12; Fm. 22
  3. Provisão – I Cor. 16:
  4. Inspiração Mútua – I Coríntios 15:33
  5. Cuidado Mútuo – Gálatas 6:10
  6. Restauração Mútua – Gálatas 6:1
  7. As Características da Comunhão
  • Aberta – Romanos 15:1-3; Tiago. 2:1-5 ;
  • Verdadeira – Romanos 15:7; 12:9, 10, 14, 15 ;
  • Útil – Romanos 12:13; Filemom 1:27; 1º Tessalonicenses 5:14 ;
  • Voluntário – 1º Coríntios 12:25;
  • Responsável – 1º Coríntios 12:26 e 27;
4) Testemunhando de Cristo para as pessoas

Testemunhar de Cristo é falar com Palavras, Ações e Modo de Viver do que Jesus tem realizado em nossa vida. As pessoas notam a mudança. É muito importante refletir a presença do Senhor JESUS. Quanto mais perto d'Ele, mais parecido com Ele seremos, pois suas características de amor, bondade, e pureza estarão presentes em nós.

Além disso, testermunhar de Cristo é levar a Palavra de Salvação para outras pessoas, e cumprir o IDE de Jesus (Mc. 16:15) de pregarmos o evangelho da todos, e conduzir Àqueles que responderem afirmativamente à mensagem para receberem Cristo como Salvador, a isso chamamos de PRINCÍPIO DA REPRODUÇÃO.

A seguir veja algumas maneiras de TESTEMUNHAR ACERCA DE JESUS:
1. Testemunho Pessoal – A História do que Jesus fez e tem feito por você. Leia João 9: 25. Pontos básicos do testemunho:
  • A vida antes de conhecer a Jesus
  • Como aconteceu o encontro com Jesus
  • Como é viver a nova vida em Cristo
2. Testemunhando com sua maneira de viver – Atitudes e Devoção pessoais. Leia Filipenses 2:14-15

3. Fazendo novos discípulos – Levando pessoas a Cristo e ensinando-as os passos que você aprendeu. Leia 2º Timóteo 2:2 e Atos 10 (leia esse capítulo inteiro).

Esteja certo de que você sua decisão por Cristo Jesus foi a melhor, pois lhe garantiu uma nova vida em seu tempo presente e no porvir, a vida eterna. Escreva-me e me diga como você está crescendo em sua vida com Cristo.

Deus lhe abeçõe ricamente, no amor de Cristo,

Por Pastor Gerson Luiz G. Lima 

(com alguns aproveitamentos de fontes não identificadas)

Leia mais: PASSOS INICIAIS DA VIDA CRISTÃ

terça-feira, 11 de setembro de 2012

A Necessidade de nos apaixonarmos de novo!

Leitura bíblica: Apocalipse 2:4-5. 

Versículo-chave: Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor (Apocalipse 2:4).

Você se lembra do seu primeiro amor? Lembra-se da alegria, da emoção, da excitação, da realização, da satisfação indizível de estar apaixonado? O mundo todo parecia viver numa primavera de novas descobertas e delidas. Você tinha encontrado alguém que o amava e a quem você amava. Tudo havia ficado diferente à luz desse fato triunfal. As emoções corriam altas. Cada dia era uma agradável oportunidade de mais contatos com a pessoa amada, e todos os outros aspectos da vida adquiriram significação nova.

Jesus usa uma experiência humana bastante comum a fim de ajudar os efésios a se lembrarem de quando conheceram o seu amor pela primeira vez. Quando ficaram conhecendo o amor e o perdão, o plano e o propósito, o poder e a força, a esperança e a vitória de Jesus Cristo, adquiriram vida, nova alegria e excitação.

Mas algo havia acontecido. Com o passar dos anos, haviam-se tomado insípidos. Haviam perdido o estado maravilhoso de conhecer e amar a Jesus. Agora estavam tão ocupados em viver a vida cristã que haviam perdido o relacionamento pessoal com aquele que toma a vida do crente calorosa e excitante. Como tantos casais, que tomam um ao outro por' coisa assentada, eles haviam falhado em dedicar tempo a Jesus; haviam trabalhado para ele e não com ele, e agora se encontravam ansiosos e tensos. Jesus pede-lhes que se lembrem da alegria do seu primeiro amor e que a redescubram.

Certo homem disse-me recentemente: "Perdi a aventura da emoção do meu relacionamento com Cristo. Gostaria de apaixonar-me de novo." Todos nós precisamos de repetir essa experiência muitas vezes. Todos os dias. Hoje!

Reflita: Um novo começo com Cristo é ainda melhor que a nossa primeira experiência do seu amor. 

Uma mensagem de Lloyd John Ogilvie,
 Extraído do livro "O que Deus tem de Melhor para Sua Vida" 
de Lloyd John Ogilvie - Editora Vida.

Dr. Lloyd John Ogilvie concentra seu ministério sobre o cuidado, encorajamento e apoio às empresas, políticos e líderes comunitários. Durante 23 anos atuou como pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Hollywood, Califórnia, e também tinha um rádio nacionalmente sindicado e do ministério de televisão. De 1995 a 2003, atuou como capelão do Senado dos Estados Unidos



sábado, 8 de setembro de 2012

Ovelhas ou Bodes


Eu, o Senhor Deus, digo o seguinte a vocês, o meu rebanho: "Eu vou julgar cada um de vocês. Vou separar os bons dos maus, as ovelhas dos bodes". Ezequiel 34.17

Certa vez fui abordado por uma pessoa que reclamou que seus pastores nunca tinham sido pastores para ela. Amorosamente perguntei-lhe: "você já foi ovelha para eles?"

Todos sabem que ovelha é a fêmea do carneiro, cujo filhote chama-se cordeiro. Esses três nomes são usados pela Bíblia para traduzir o símbolo de mansidão e submissão. A ovelha é conhecida como sendo dócil, mansa, tratável, ensinável e indefesa. Ela se alimenta de capim fresco e produz lã o tempo todo.

O próprio Jesus foi conhecido como o cordeiro de Deus (Jo 1.29; At 8.32). O profeta Isaías já tinha predito que seu comportamento seria como de uma ovelha, com a forte marca de mansidão e humildade (Is 53.7). Mas foi o cordeiro sem pecado, defeito ou mancha (1 Pe 1.19). O cordeiro perfeito, tornando-se modelo a ser seguido por todo o rebanho. É curioso notar que Jesus também é reconhecido como sendo o grande Pastor das ovelhas (Hb 13.20), ou, nas palavras de Pedro, o Supremo Pastor (1 Pe 5.4). Ele mesmo se apresenta como sendo o bom pastor que dá sua vida pelas ovelhas (Jo 10.11, 14).

Pense bem em como a Bíblia apresenta nosso mestre: o grande pastor que tem um coração de cordeiro (Fp 2.8; Hb 5.8). Por isso ele levanta homens e mulheres para exercerem o ministério pastoral exigindo destes o mesmo coração de cordeiro. O pastor deve ser modelo ao rebanho. Mas modelo em que? Modelo como ovelha dócil e obediente. Assim, os melhores pastores são levantados do meio das ovelhas e nunca devem perder a característica de boas ovelhas. Pastores que não são boas ovelhas não são confiáveis (1 Pe 5.2, 3).

A ovelha fica aflita e exausta quando não tem um pastor cuidando dela (Mt 9.36). Ela tem prazer em ouvir o ensino de seu pastor (Mc 6.34) e seguir sua voz (Jo 10.27). Ela é conhecida e chamada pelo seu próprio nome ao ser conduzida com segurança quando tem que sair do aprisco (Jo 10.3) para enfrentar o mundo lá fora. A verdadeira ovelha sabe discernir e não dá ouvidos à voz de ladrões e salteadores (Jo 10.8). Merece ser cuidada por um pastor de verdade que dará sua vida pelas ovelhas que ama (Jo 10.11) ao invés de fugir quando o lobo se aproxima (Jo 10.12). Quando por alguma razão a ovelha se perde no caminho, espera ansiosa a atitude prudente e amorosa de seu pastor que sai para seu resgate (Mt 18.12) e tem grande prazer e alegria quando a encontra (Lc 15.6).

Por sua vez, cabra é a fêmea do bode, cujo filhote chama-se cabrito. Assim como a ovelha, emite um som chamado de balido (o conhecido "bééé"), mas tem características totalmente diferentes, sendo uma figura que representa um coração duro e rebelde. O bode é conhecido por ser repentino, traiçoeiro, fedido, marrento. Ele se alimenta até de lixo, busca sua própria defesa e não teme os humanos, podendo ser violento. Não aceita autoridade, muito menos repreensão, tornando-se desobediente e intratável.

Na igreja podemos encontrar as ovelhas e os bodes (Mt 25.32). Ambos estão se beneficiando das pastagens, do conforto do aprisco, mas um tem um coração submisso e outro uma natureza rebelde. 


E você, é uma ovelha genuína, uma ovelha com manias de bode, ou é um bode?

Texto de   Rodolfo Garcia Montosa - Publicado em 08.02.2011 
Reprodução autorizada por Instituto Jetro -http://www.institutojetro.com/


Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...