Pular para o conteúdo principal

Desperta tu que dormes

Cruzada de Reinhard Bonnke na Nigéria: Cumprindo os propósitos da Igreja de Jesus Cristo
Tempos diferentes, intrigantes e desafiadores, esses que estamos vivendo atualmente.
A Igreja vê-se inserida num contexto que põe em xeque seus conceitos e valores. As repressões contra a Igreja, como as que aconteceram nos massacres nas arenas romanas, no início da era cristã, ou na China comunista, na ex-União Soviética e na Europa Oriental no século passado, deram um saldo muito alto de mortes e forneceu mártires que reforçaram ainda mais a genuína fé em Jesus e revelaram uma crença que transcende as barreiras da vida temporal, através de homens e mulheres fiéis a Deus. Verdadeiros heróis da Fé. 

Porém, a tática atual de satanás, na era da informação, é muito diferente: a fé verdadeira está sendo colocada no mesmo “balaio” de outras crenças falsas, num processo de desmistificação da humanidade, que torna-se obsessiva em caçar e quebrar paradigmas.    Desvendam-se todas as mentiras e mitos religiosos, porém, com o intuito de também levar-nos os reais valores da nossa santíssima Fé em Jesus.

As religiões pagãs, outrora parte vital da estratégia satânica serão em breve sacrificadas nesse processo de auto-suficiência da humanidade, para que junto com elas a humanidade também sacrifique a Fé verdadeira em Jesus. Isso é o preparo para a manifestação do anticristo, que conforme o apóstolo Paulo, em II Tessalonicensses 2:3-4, “...se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou é objeto de adoração...”

Essa humanização traz consigo muitos conceitos que ofendem diretamente os princípios bíblicos, por exemplo, “oficializa” a imoralidade sexual e a alteração dos padrões bíblicos  sobre sexualidade, incentiva a rebeldia dos filhos, menospreza as autoridades, enfraquece os votos do matrimônio, apoia a liberdade sexual, etc.. (Romanos 1:21-32)

A Igreja é pressionada, e não pode mostrar-se impotente ou indiferente a tudo isso.

A estratégia desse novo modo de pensar, é satânica, é forte e avança parelha e consistentemente em todas as áreas da sociedade, senão vejamos:
·       Na mídia, artistas, escritores de novelas, celebridades, formadores de opinião, empresas entre outros, fazem tudo para que a sociedade ache normal as drásticas mudanças e inserções nos costumes morais, espirituais e sociais;
·       Na política, usa-se todo o empenho para mudar a legislação em favor desse plano;
·       A sociedade desvergonha-se de seus atos pecaminosos sendo que o que muitos não fazem, apoiam os que fazem, como que se comprometendo mutuamente. Sem contar de uma geração que não tem condições de recriminar a outra, pois encontram-se debaixo da mesma culpa;
·       E, para piorar ainda, falsos líderes religiosos, tratam de envergonhar o evangelho, maculando a imagem da Igreja, e frustrando as pessoas para que não encontrem na Igreja o caminho para a libertação em Jesus.

Seria isso, a vida como ela é? Não, isso não é a vida. É um borrão mal escrito com as canetas da mentira e da impiedade. A Igreja não pode continuar contemplando isso paralisada. Não pode continuar lutando com arco e flecha em plena era nuclear, figurativamente. O apóstolo Paulo disse que “as armas de nosso exército, não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas.”

Jesus disse: “...Diante dela (a Igreja) as portas do inferno não prevalecerão” (Mateus 16:18).  Precisamos de coragem e ousadia. Daniel, o profeta, disse”... mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas.” (Daniel 11:32). A Igreja não é impotente, mas precisa descobrir mais sobre sua fonte de poder: o Senhor Jesus (João 15:5) De fato, o apóstolo chama a igreja de COLUNA E FIRMEZA DA VERDADE - 1º Timóteo 3:15.

Pastor Rick Warren, disse que podemos hoje experimentar um crescimento extraordinário, quando aplicarmos. os cinco propósitos de Deus para a Igreja simultaneamente: ADORAÇÃO, COMUNHÃO, DISCIPULADO, EVANGELISMO E SERVIÇO CRISTÃO.

A Igreja deve evitar estar seccionada e usar esses propósitos separadamente, “especializando-se” em algum deles ou terceirizando aquilo que não sabe ou não quer fazer. Damos graças a Deus por organizações como a Jocum, a Cruzada estudantil para Cristo, os Gideões, e os seminários bíblicos. Mas eles foram criados para apoiar a Igreja e e são parte da igreja, mas não é missão destes fazer sozinhos o que todos na Igreja deveriam estar fazendo. Despertemos e avancemos. A Igreja está destinada a vencer (Mateus 16:18).

Teria muito ainda a compartilhar com vocês, sobre os propósitos de Deus para sua Igreja, mesmo assim você pode dar um presente a si mesmo e ler os livros Evangelismo por Fogo (Reinhard Bonke) e Um vida com propósitos (Rick Warren)

Informação e entretenimento apenas, não movem a Igreja, mas convicções fortes na Palavra de Deus farão dela, uma real ameaça ao reino das trevas e uma glória para nosso Senhor Jesus Cristo.

Forte abraço e até mais. 
Por Gerson Luiz Garcia de Lima
Curitiba/Pr.

Deixe seu comentário logo abaixo ou envie um e-mail com suas considerações para gersonluiz_garcia@yahoo.com.br. Ainda , você pode sugerir esse texto para seus contatos nas redes sociais veja os ícones do twiter, facebook, yahoo, orkut e e-mail também logo abaixo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo. (2 Co 2.14.) 

De aparentes derrotas Deus tira as Suas maiores vitórias. 
Muitas vezes o inimigo parece triunfar temporariamente, e Deus assim permite. Depois então Ele confunde toda a obra do inimigo, desfaz sua aparente vitória e, como diz a Escritura, "transtorna o caminho dos ímpios". 
Assim Ele nos leva a experimentar uma vitória muito maior do que se não tivesse permitido ao inimigo um aparente triunfo no início. 
A história dos três moços hebreus lançados na fornalha ardente é bastante conhecida, e nos traz um exemplo de vitória aparente do inimigo. Parecia que os servos do Deus vivo iam sofrer uma terrível derrota. Por certo todos nós já estivemos em situações onde parecíamos derrotados — e o inimigo se regozijava. Podemos imaginar a derrota completa que os três jovens pareciam estar sofrendo: lançados na fornalha, com os inimigos observando para vê-los arder naquelas chamas. Porém, em que grande pasmo fica…

Manhã com Deus

Prepara-te para amanhã, para que subas..., e ali te apresenta a mim no cume do monte. Ninguém suba contigo. (Êx 34.2, 3.) 

 O momento matinal com Deus é essencial. Não podemos encarar o dia sem ter olhado para Deus, nem ter contato com outros, sem primeiro ter estado em contato com Deus. Não podemos esperar vitória, se começamos o dia na nossa própria força. Enfrentemos o trabalho de cada dia sentindo a influência de alguns momentos tranqüilos com o coração diante de Deus. Não entremos em contato com ninguém, mesmo os de casa, sem ter primeiro conversado com o grande hóspede e companheiro de nossa vida — Jesus Cristo. Conversemos a sós com Ele regularmente. Conversemos a sós com Ele diante da Bíblia, e enfrentemos os deveres habituais e não habituais de cada dia, tendo a influência dEle a controlar cada um de nossos atos. Tens hoje muito que fazer, talvez; Fala com Deus, primeiro. As coisas mudam tanto de figura Quando encaradas lá, A sós com Deus. Familiariza-O com esses teus ass…

Falar é Prata, Escutar é Ouro

“Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” Tiago 1:19-20).
Recebi esse texto abaixo para meditação da Rádio BBN e resolvi compartilhar com vocês que acompanham-me pelo BLOG do Pastor Gerson Luiz. A mensagem é muito boa e vai acrescentar muito para quem tirar alguns minutos para ler meditar.
Aproveito para recomendar a programação da Rádio BBN que pode ser sintonizada pela WEB. Copie o link a segui e aproveite: http://www.bbnradio.org/jwplayer/players/browsers/portuguese.htm O ditado popular: “Falar é prata, escutar é ouro” reflete essa verdade preciosa. No texto acima entendemos que muitos de nós ainda precisa escutar mais e falar menos. Infelizmente, muitas vezes fazemos o contrário do que Deus nos exorta em Sua palavra. Quantas vezes somos tardios para ouvir, prontos para falar e mais prontos ainda para nos irar? E assim perdemos a oportunidade de experimentar a justiça…