O Jejum e a Oração

O Jejum aumenta o poder na Oração


A maioria das pessoas neste mundo já orou pelo menos uma vez ou outra. Porém, oram geralmente de um modo superficial – talvez baixando suas cabeças e acompanhando a oração de outra pessoa, ou então oram num momento de crise, por puro desespero.

Mas poucos são aqueles que aprenderam que existe uma segunda chave que abre o banco das bênçãos divinas, e que essa chave é o jejum. Essa é a segunda atividade específica que vamos aprender.

Existem muitos livros que falam sobre os benefícios físicos do jejum, e alguns médicos o recomendam como um método ótimo para combater certas enfermidades. Mas, muito mais do que os benefícios físicos, o jejum representa uma forma pela qual se pode buscar a Deus diligentemente.

Pastor Rex testemunhou de muitas pessoas que foram abençoadas por seu ministério com intervenções miraculosas de Deus: curas, libertações, salvação de vidas, etc.. No tempo de seu ministério na década de 1980, ele disse: “Há pessoas que pensam que podemos levar outros a Cristo com a maior facilidade, pois vêem milhares assistindo o programa pela televisão ou vindo à Catedral da Fé. Mas isso não é verdade. Cada carta e cada palavra de testemunho que recebemos é resultado de milhares de orações e muito jejum em nosso ministério. É por isso que colocamos tanta importância na Família Chave de Oração) programa mundial de oração do ministério Rex Humbard nas décadas de 70 e 80). As orações e o jejum de todos os seus membros dão ao nosso ministério a força de que ele necessita para destruir a influência de Satanás sobre a vida de milhões de pessoas perdidas e perturbadas neste mundo.”

Certo dia Jesus curou um menino dominado por forças satânicas. O pai do menino suplicou ao Senhor: “Senhor, tem compaixão de meu filho, porque está possuído pelo demônio, e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo e outras na água. Eu o trouxe aos teus discípulos, e não o puderam curar.” (Mateus 17:15-16). Depois que Cristo libertou o menino, seus discípulos Lhe perguntaram: “Por que não pudemos nós expulsá-lo?” E Jesus lhes respondeu: “Esta casta não se expele senão à força de oração e jejum” (Mateus 17:21)
Ao nos defrontarmos contra todo o poder do mal temos uma grande luta pela frente. Satanás não abandona facilmente aqueles que estão sob seu domínio. E isso é ainda mais verdadeiro quando uma pessoa esteve escravizada pelo pecado durante muitos anos. Por essa razão...

Jesus nos deu o segredo para termos maior poder – o jejum unido a oração.

Nossa alma está enclausurada em nosso corpo. E na maioria das vezes damos maior atenção ao cuidado do corpo do que às necessidades da alma. Deixamos nos levar pelas necessidades do corpo como a fome e a sede. Não existe nada de errado em atender a essas necessidades, mas o homem que está sempre escravizado por elas jamais será realmente livre. O propósito do jejum é dar atenção especial às necessidades da alma, ao invés de nos preocuparmos unicamente com os desejos do corpo. O jejum arrebenta os grilhões dos desejos de nossa carne humana.
Quando jejuamos e oramos, Deus nos permite participar dos anseios de Seu próprio coração.  Tornamo-nos inimigos daquelas coisas das quais o coração de Deus é inimigo. Essa profunda comunhão que passamos a ter com Ele, nos livra das pretensões terrenas, até que possamos entender muito melhor as questões espirituais. Por esta razão, aqueles que realmente desejam que o evangelho triunfe, procurarão se envolver e participar do ministério do jejum. E é exatamente esse cristão dedicado que fará a diferença na Igreja do Senhor.

Uma família teve sua vida completamente transformada porque duas pessoas dedicaram-se à oração e ao jejum

“A família Jones representa um exemplo vivo dos resultados que podemos alcançar através da oração e do jejum. Dezessete membros dessa família vieram a conhecer a Cristo através das orações do senhor e da senhora Jones, que foram até a Catedral do Amanhã em Ohio, quando então o Pastor Rex Humbard pastoreava ali. Desse grupo de pessoas, duas eram alcoólatras, duas tentaram o suicídio, e um rapaz pretendia também suicidar-se, mas encontrou Cristo no momento derradeiro. Outro, ainda, havia passado 21 meses em tratamento psiquiátrico, e outro internado em hospital de doentes mentais, um viciado em drogas e vários tinham seus casamentos fracassados.

Todavia, Deus salvou a todos eles, porque os membros da Família Chave de Oração oraram e jejuaram juntamente com o casal Jones, e hoje essa família vive uma vida cristã de felicidade e serviço ao próximo. “Estão sempre prontos a testemunhar sobre o poder da oração unida ao jejum, e sobre o poder de Cristo para transformar vidas.”

A senhora Jones disse: ‘ Há alguns anos atrás, nossa família nada mais era do que um bando de loucos a caminho do inferno. “Mas tudo isso mudou.”

As Escrituras nos ensinam que o Jejum é parte vital de nossa fé, como uma forma de abrir os amplos tesouros das bênçãos de Deus para aqueles que realmente têm necessidades urgentes.

Cristo jejuou 40 dias no deserto, antes de começar Seu ministério ativo (Mateus 4:1-2). Moisés jejuou 40 dias enquanto estava com deus no Sinai, recebendo as tábuas da Lei (Êxodo 34:28). Elias jejuou por 40 dias quando estava fugindo do perverso Rei Acabe (1 Reis 19:8).

Paulo jejuava frequentemente (2 Coríntios 11:27). E Jesus disse que Seus discípulos jejuariam quando ele deixasse a Terra (Marcos 2:20).

Por isso, como cristãos, devemos também jejuar para podermos resistir à grande pressão espiritual que cai sobre este mundo perdido e próximo do fim.

O jejum não precisa durar 40 dias. Pode ser um jejum de 20 dias, um jejum de 2 dias ou mesmo de uma refeição. Tudo depende da situação pela qual estamos orando, e da orientação do Espírito Santo. A duração do jejum não o ponto importante – o importante é nossa obediência a Deus ao jejuarmos.

A oração precisa sempre acompanhar o jejum. Não se trata apenas de omitir uma refeição. Mais do que isso, temos que nos colocar à disposição de Deus para que Ele realize o Seu trabalho.

A Bíblia nos diz que devemos Jejuar

A Palavra de Deus instrui o Seu povo a jejuar por uma série de razões:
  • Quando enfrentamos uma calamidade pública: 2 Samuel 1:12
  • Em horas de aflição: Salmo 35:13/ Daniel 6:18
  • Quando nos aproximamos do perigo: Ester 4:16
  • Ao escolher e abençoar líderes: Atos 13:3 e 14:23
  • Em ocasiões de luto: 1 Sam. 31:13 e 2 Sam. 1:12
  • Quando nossos entes queridos estão enfermos: 2 Samuel 12:16, 21-23
  • Quando estamos em conflitos com os outros: Juízes 20:26
  • Em oração por necessidades pessoais: Salmo 109:24
Continuaremos a segunda e última parte desse estudo do Pr. Rex Humbard na próxima postagem.



Nota: Pastor Rex Humbard foi o primeiro tele-evangelista do mundo, levando a Palavra de Deus e a mensagem salvadora de Jesus a mais de 150 países do mundo, tendo começado em 1932 no rádio aos treze anos, e desde 1952 na televisão. Passou para a glória do Senhor em Setembro de 2007.

Comentários

Dayse disse…
A paz irmão! Também gostei muito do seu blog, mensagens edificantes como sempre nos fazem crescer espiritualmente. Fique á vontade em passar adiante meus textos, apesar que nenhum é de minha autoria, são todos de livros que leio. Mas o mais importante é levar o conhecimento da palavra de Deus á pessoas que precisam de um refugio espiritual.Uma palavra amiga é tudo. Que o Senhor o abençõe ! Abraços

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Amado com amor inabalável

Manhã com Deus