A Necessidade de nos apaixonarmos de novo!

Leitura bíblica: Apocalipse 2:4-5. 

Versículo-chave: Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor (Apocalipse 2:4).

Você se lembra do seu primeiro amor? Lembra-se da alegria, da emoção, da excitação, da realização, da satisfação indizível de estar apaixonado? O mundo todo parecia viver numa primavera de novas descobertas e delidas. Você tinha encontrado alguém que o amava e a quem você amava. Tudo havia ficado diferente à luz desse fato triunfal. As emoções corriam altas. Cada dia era uma agradável oportunidade de mais contatos com a pessoa amada, e todos os outros aspectos da vida adquiriram significação nova.

Jesus usa uma experiência humana bastante comum a fim de ajudar os efésios a se lembrarem de quando conheceram o seu amor pela primeira vez. Quando ficaram conhecendo o amor e o perdão, o plano e o propósito, o poder e a força, a esperança e a vitória de Jesus Cristo, adquiriram vida, nova alegria e excitação.

Mas algo havia acontecido. Com o passar dos anos, haviam-se tomado insípidos. Haviam perdido o estado maravilhoso de conhecer e amar a Jesus. Agora estavam tão ocupados em viver a vida cristã que haviam perdido o relacionamento pessoal com aquele que toma a vida do crente calorosa e excitante. Como tantos casais, que tomam um ao outro por' coisa assentada, eles haviam falhado em dedicar tempo a Jesus; haviam trabalhado para ele e não com ele, e agora se encontravam ansiosos e tensos. Jesus pede-lhes que se lembrem da alegria do seu primeiro amor e que a redescubram.

Certo homem disse-me recentemente: "Perdi a aventura da emoção do meu relacionamento com Cristo. Gostaria de apaixonar-me de novo." Todos nós precisamos de repetir essa experiência muitas vezes. Todos os dias. Hoje!

Reflita: Um novo começo com Cristo é ainda melhor que a nossa primeira experiência do seu amor. 

Uma mensagem de Lloyd John Ogilvie,
 Extraído do livro "O que Deus tem de Melhor para Sua Vida" 
de Lloyd John Ogilvie - Editora Vida.

Dr. Lloyd John Ogilvie concentra seu ministério sobre o cuidado, encorajamento e apoio às empresas, políticos e líderes comunitários. Durante 23 anos atuou como pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Hollywood, Califórnia, e também tinha um rádio nacionalmente sindicado e do ministério de televisão. De 1995 a 2003, atuou como capelão do Senado dos Estados Unidos



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Amado com amor inabalável

Manhã com Deus