Modos antigos numa nova vida

Leitura bíblica: Gênesis 12: 10-20. 

Versículo-chave: Chamou, pois, Faraó a Abrão e lhe disse: Que é isso que me fizeste? Por que não me disseste que era ela tua mulher? (Gênesis 12:18). 

Meditação: 

É difícil imaginar que o aventureiro Abrão, que estava disposto a correr o risco encontrado no início do capítulo 12 de Gênesis,   pudesse com intrepidez esquecer-se que o Senhor havia prometido cuidar dele. Ao sair de Harã deviam seguir-se os desafios constantes para confiar no Senhor durante a realização da sua promessa. 

Abrão fracassou na primeira oportunidade de descobrir o poder interveniente de Deus. Ele temeu pelo que pudesse acontecer a Sarai no Egito, e voltou a seus antigos métodos de manipulação e mentira. Com que honestidade a Bíblia apresenta os seus heróis! Abrão mentiu e envolveu Sarai em sua falta de confiança em' Deus. O seu medo era que os egípcios, vendo a formosura de Sarai, a tomassem e o matassem. Ele pediu que sua mulher mentisse, dizendo aos egípcios que era irmã dele. 

Tudo correu de acordo com o planejado. Sarai foi levada a Faraó e Abrão recebeu tratamento real. Mas o Senhor tinha planos maiores para Sarai que o ser apenas mais uma entre as muitas mulheres de Faraó. Deus enviou uma praga à casa do monarca, e este expulsou os dois hipócritas do Egito. Nossa falta de confiança no poder de Deus de realizar sua obra, sempre traz sofrimento a nós e aos outros. 

Por que a Bíblia apresenta uma história tão reveladora como a de Abrão? Como pode o conhecimento da fraqueza dele nos ajudar? Todos podemos nos identificar com Abrão na sua falsa dependência da cumplicidade humana. Talvez nossa forma de confiar nos métodos humanos não seja a mesma de Abrão, mas todos nós sentimos certa dificuldade em viver a nova vida em Cristo, e vestígios antigos da velha natureza ainda controlam nossas reações. 

Depender totalmente do Senhor para cuidar de nós é um risco contínuo. Mas ele é digno de nossa confiança. Ele interferirá, e nossos velhos modos tomar-se-ão desnecessários. 

Pensamento: O risco diário requer a dependência diária.

Uma mensagem de Lloyd John Ogilvie, Extraído do livro "O que Deus tem de Melhor para Sua Vida" de Lloyd John Ogilvie - Editora Vida

Dr. Lloyd John Ogilvie concentra seu ministério sobre o cuidado, encorajamento e apoio às empresas, políticos e líderes comunitários. Durante 23 anos atuou como pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Hollywood, Califórnia, e também tinha um rádio nacionalmente sindicado e do ministério de televisão. De 1995 a 2003, atuou como capelão do Senado dos Estados Unidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Amado com amor inabalável

Manhã com Deus