EXPERIÊNCIAS NO DESERTO

Às vezes, Deus age de maneiras estranhas. Jesus é batizado e, pouco depois é tentado levado ao deserto pelo Espírito Santo, ele é tentado por Satanás. Essa é a natureza de nossas próprias experiências no deserto.

O deserto fazia surgir muitas emoções para os judeus dos tempos de Jesus, evocando recordações de sua jornada de 40 anos ao saírem do Egito. Para eles, o deserto era um lugar de VULNERABILIDADE - um terreno acidentado numa terra desconhecida, com provisões incertas(Êxodo 15:22 - 24;16:2-3). Era um lugar de teste, onde tudo o que tinham eram as promessa de Deus (Dt 8:1-5). para Jesus, sua experiência no deserto incluiu "feras"e o próprio Satanás(Marcos 1:12-13). No deserto, Ele estava vulnerável a perigos físicos e espirituais.

O deserto não era apenas um lugar de vulnerabilidade para os judeus, era, também, um lugar de transição entre a sua escravidão e a libertação(Êxodo 3:17). A experiência de Jesus no deserto marcou uma transição também para Ele. Os anos de vida privada tinham se acabado e a sua vida pública começara. A missão de João Batista estava cumprida. Agora, era a vez de Jesus (Marcos 1:14-15). 

Você já teve uma experiência no deserto - um tempo de vulnerabilidade e teste, distante de tudo que é familiar e certo? Talvez tenha envolvido um ariscado passo de fé, um período de dúvida ou até de desobediência. O terreno era rochoso. Você sentia frio e medo. Nesse tempo, você percebeu que no deserto Deus treinou Israel como seu filho? Falou aos seus profetas? Preparou o seu povo e a Si mesmo para uma obra de grande significado?

O deserto pode ser um lugar assustador, cheio de perigos. Mas, se você ficar próximo ao Deus de Israel Ele poderá ser sua transição para um período frutífero e inédito. 

Por Sheridan Voysey
do Livro Meditação - NADIsrael 2014


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aparente derrota, Vitória de Fato

Amado com amor inabalável

Manhã com Deus