Pular para o conteúdo principal

Confuso mas não descrente

Por quê Senhor?
Deus não se incomoda com perguntas. É de se duvidar que que odeie.

Durante muitas horas pesadas os três amigos de Jó - Elifaz, Bildade e Zofar, acusaram-no de todo o tipo de males. Falaram o tipo de palavras tolas que gente saudável e sem problemas, mas mal informada, muitas vezes diz a pessoas que estão sofrendo.

Oh! Como Jó queria levar o seu caso ao próprio Deus! "Por que não morri eu na madre?", ele pergunta ao
Senhor. Sentindo que seus apertos eram causados pela pressão que vinha de Deus ele reclama: "Até quando não apartarás de mim a tua vista? Até quando não me darás tempo de engolir minha saliva" (Jó 3:11 e 7:19)

As palavras de Jó refletem o tipo de tormento que podemos esperar de um homem temente a Deus que se encontra em profundo sofrimento. Mas nada lhe é dito. Somente no final do livro é que Deus pelo menos, quebra o silêncio e ainda assim, não responde nenhuma das questões de Jó, porém não o castiga pelo fato de ter sido questionado. Deus apenas repreende Jó por uma coisa:por duvidar do caráter justo de Deus (Jó 40:8)

Pessoas tementes a Deus e e que têm uma vida de comunhão com Ele nunca devem ter medo de fazer perguntas difíceis a Deus, mas nunca deve exigir que ele as responda.

Não importa quão sombrias as nossas circunstâncias se tronem, devemos resistir a tentação de duvidar da natureza santa de Deus. Quando nós, como Jó, com lábios trêmulos confessamos a grandiosa majestade de Deus, estaremos pelo menos prontos para as grandiosas bênçãos de Deus.

Medite nisso: Reserve tempo de qualidade diariamente para ouvir a Deus no silêncio. Chegará o momento em que você poderá confessar de coração:
"Então respondeu Jó ao SENHOR, dizendo:
Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
Quem é este, que sem conhecimento encobre o conselho? Por isso relatei o que não entendia; coisas que para mim eram inescrutáveis, e que eu não entendia.
Escuta-me, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás.
Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos."Jó 42:1-5

Por John C. Maxwell - pela Sociedade Bíblica do Brasil
adaptações de Gerson Luiz Garcia de Lima

Comentários

Regina Helena disse…
É verdade! Há momentos em que estamos cansados demais!
Mas louvado seja Deus que nos sustenta, nos toma pela Sua mão!
Parabéns pelo blog. Muito bom!
Tenho aprendido que: “Quando a dúvida bater na sua porta, abra a porta com as promessas de Deus” (Pr Jonathan D. de Souza)

Deus frutifique o seu precioso ministério, pra honra e glória do nosso Pai,
Abraços,
Regina Helena
http://destilardosfavos.blogspot.com.br/2011/09/duvidas-quem-nao-as-tem.html

Postagens mais visitadas deste blog

Há Esperança para a Árvore Cortada – JÓ 14.7-9

Romanos Capítulo 8 Versículo 25,26. (Tradução King James Atualizada)


"Porém, se esperamos por algo que ainda não podemos ver, com paciência o aguardamos. Do mesmo modo, o Espírito nos auxilia em nossa fraqueza; porque não sabemos como orar, no entanto, o próprio Espírito intercede por nós com gemidos impossíveis de serem expressos por meio de palavras."

HÁ ESPERANÇA PARA A ÁRVORE CORTADA – JÓ 14.7-9

A vida é assim... Há dias de alegrias e outros de tristezas, há momentos de grandes vitórias e outros de decepções. Essa vida é imprevisível. O texto sagrado fala da “árvore cortada” e Jó vivia um momento de cortes em todas as áreas de sua vida.

De repente perdemos o emprego, é a crise, vem a enfermidade ou o problema familiar e outros tantos. A Palavra de Deus afirma que “há esperança”. Ao cheiro das águas e tudo muda... É a presença do Espírito Santo que vem nos ajudar – Rm 8.26

De onde vem o corte?

Nesta hora ouvimos muitas vozes até para acusar... Calma!

Os pontos de corte são 3, a…

Um Evangelho que transforma

"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé." Romanos 1:16,17        O evangelho que somos chamados a viver é um evangelho MOTIVADOR, INSPIRADOR e TRANSFORMADOR.
       Jesus afirmou ser o PÃO DA VIDA (Mateus 6:48). O termo PÃO DA VIDA é de muita importância pois é o alimento básico que está em todas as mesas. Do rico ao pobre.        Tudo o que for essencial e necessário não nos faltará, é promessa de Deus.        Porém, muito mais que simplesmente se aproximar de Jesus pelo que Ele pode fazer por nós, o Evangelho que somos chamados a viver e comunicar é o evangelho da transformação, da restauração de nossas vidas pelos valores do Reino de Deus. Fato que muitas vezes nos faz ficar na contramão do pensamento deste mundo. Por isso quem ama esse mundo (e seu sistema de valores) …

Um exemplo de Oração

"(Jesus) Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e orou..." (Mateus 26:39)
Há várias coisas para nós aprendermos da parte da oração do Salvador em Sua hora de provação. A primeira é que a Sua oração era oração solitária; ele se retirou até mesmo de Seus três discípulos preferidos. Da mesma maneira nós devemos orar em segredo, especialmente em tempos de provação. A oração familiar, oração social, oração na Igreja, são preciosas, mas elas não são suficientes.

Em segundo lugar, foi oração humilde. Lucas diz que Ele ajoelhou-se, mas Mateus diz ele "encostou o rosto no chão"e você deve fazer o mesmo. Se você é um humilde servo do grande Mestre, então pó e cinzas devem cobrir a sua cabeça! Seja humilde diante Dele, e Ele o exaltará no devido tempo.

Em seguida, notamos que a Sua oração era terna e amorosa. Ele orou ao Seu "Abba, Pai", literalmente, o seu "Papai". No dia de sua provação você…